O Estranho caso da “Rede Globo de Direita Fascista”

O Fantástico Show de Mentiras da Rede Globo
O Fantástico Show de Mentiras da Rede Globo

A julgar pelos seus detratores à sinistra, a Rede Globo é a encarnação do próprio Leviatã conservador do grande capital. Obviamente, esta ilusão nunca esteve tão distante da realidade. Se depois de quase meio século, alguém ainda tinha dúvidas sobre o nível de esquerdismo gramscista da emissora (ou “marxismo cultural”, um termo impreciso mas que define a nova esquerda e sua agenda por censura alicerçada num pseudo-capitalismo podado de liberdade criativa e empreendedora), estas diluíram-se com o último Fantástico do dia 8 de outubro: como um cão raivoso a espreita, a Globo destilou um sem-fim de falácias contra a esmagadora parcela da sociedade que mostrou-se contrária as manifestações artísticas de teor duvidoso, beirando a pedofilia, na recente exposição do MAM.  Vejamos o tom:

O brasileiro não se considera preconceituoso, mas comete preconceito sem perceber. É o que revela uma nova pesquisa, que ouviu duas mil pessoas em todo o país.

Usando o nome de Jesus, um traficante põe uma mãe de santo sob a mira de uma arma e a obriga a destruir seu próprio centro de umbanda. Foi há três semanas, na Baixada Fluminense, um exemplo brutal da perseguição religiosa no Brasil.

Você aí na sua congregação de religiosa marcou um encontro para destruir um terreiro de macumba ou centro de umbanda? Certamente que não, mas para a Rede Globo um traficante com uma arma na mão é a epítome do brasileiro típico.

O prefeito do Rio vetou – sem consultar a opinião pública – a exposição ‘Queermuseu – Cartografias da diferença na arte brasileira’,

É preciso viver numa realidade paralela e ser desonesto, cínico e mentiroso para conceber que a opinião pública não foi consultada. Centenas de milhares de pessoas reagiram nas redes sociais contra a exposição do Queermuseu, paga com dinheiro público e com cenas de brancos sodomizando um rapaz negro, além de apologia velada a pedofilia. A exposição foi tão boicotada que o Santander, como medo de perder acionistas, cancelou a dita cuja.

Aliás, Rede Goebbels, como o brasileiro pode ser preconceituoso e ao mesmo tempo não ter sido consultado? Ora, se é “preconceituoso”, obviamente não quer seu dinheiro queimado numa exposição de quinta categoria considerada manifestação artística.

Em setembro, a imagem de uma menina tocando o pé do artista Wagner Schwartz, que se apresentou nu durante uma exposição no Museu de Arte Moderna de São Paulo, gerou protestos e agressões. […]

Durante séculos, grandes artistas retrataram a nudez. Nesta semana, o prestigiado Museu d’Orsay, em Paris, relançou uma campanha feita há dois anos: “Tragam seus filhos para ver gente nua”.

E o show de desonestidade não para. Primeiro: as crianças não apenas tocaram o pé do artista, elas andaram com ele de mãos dadas pela galeria. Em qualquer lugar do mundo essa cena seria por si só, considerada pedofilia. No Projac, é só arte.

Para piorar, mais da mesma confusão “sujeito e objeto” que alguns críticos espertalhões andaram propagandeando por aí: o sujeito pelado é a obra de arte assim como um quadro de Anne-Louis Girodet. Não! Não é. O modelo é o objeto direto da oração enquanto a obra é o resultado da análise deste nu. O Davi de Michelangelo, as esculturas de Bernini: Davi, O Êxtase, Apolo e Dafne, O Rapto de Proserpina. Todas são obras de arte que incutem em si próprias uma técnica. Um fazer artístico. Um cara com o pênis de fora, definitivamente não envolve nenhuma técnica e menos ainda com crianças tocando-o.

Mas é isso mesmo. Tá “serto”, a rede Globo é de “de Direita“, “neoliberal” e “Golpista“. Como dizem seus desafetos. Mas apoia:
-Ideologia de gênero.
-Pichação, como forma de “arte”
-Pedofilia, desde que exibida como “arte” .
-Discriminação religiosa.
-Censura
-“Liberdade” de expressão – de quem pensa igual a ela.
-Perseguições a opositores.
-Movimentos LGBT, racialista, sistema de cotas, feminismo, ambientalismo etc. Tudo financiado com dinheiro público, afinal, é “dever do Estado”.
-Desarmamento
-Terrorismo islâmico (quando nega-se a assumir a natureza religiosa dos atentados)
-Cenas de orgias de um lado, em suas novelas e…
… Feminismo que censura mulheres de biquíni do outro… Em games, gibis e propagandas de cerveja (vai entender…).

Fonte: http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2017/10/casos-recentes-de-odio-e-intolerancia-tem-se-espalhado-pelo-brasil.html

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s