David Bowie: O vigor dos últimos dias

Um leitor do Estadão especula que o popstar britânico, David Bowie, teria falecido de câncer no fígado, doença de prognóstico sombrio devido ao caráter insidioso, próprio da moléstia.

David Bowie, Câncer no fígado

Especulações a parte, o álbum derradeiro de Bowie, Blackstar, é extremamente mórbido, enquanto perfeito e sólido em sua proposta. Bowie, um perfeccionista obsessivo, não cedeu a depressão típica de quem tem consciência de seus últimos dias na Terra, e criou uma primorosa obra de arte do POP rock, sem cair nos trejeitos afetados de Marilyn Manson ou nas poses teens bobajentas de bandas de NU metal e gótico, como Slipknot, Evanescense, Limp Biskit etc.

(FILES) This file photo taken on June 9, 1983 shows British singer David Bowie performing on stage at the Auteuil's Hippodrome in Paris. According to official social media accounts on January 11, 2016, British music legend David Bowie has died after a long battle with cancer. AFP PHOTO / FILES / PHILIPPE WOJAZER
(FILES) This file photo taken on June 9, 1983 shows British singer David Bowie performing on stage at the Auteuil’s Hippodrome in Paris. According to official social media accounts on January 11, 2016, British music legend David Bowie has died after a long battle with cancer. AFP PHOTO / FILES / PHILIPPE WOJAZER

Aliás, sofisticação tem sido sua marca desde os anos 80. O Bowie de roupas coloridas dos anos 70, mata a androginia de sua juventude, e se transmuta num elegante lorde inglês, de modos sutilmente femininos, mas com uma firmeza máscula inquestionável.

Uma curiosidade sobre seu último álbum, Blackstar, na trilha Lazarus, pode estar na similaridade com o último trabalho de Johnny Cash, Hurt. Ambos soam como uma despedida fúnebre e sofisticada desse mundo, ambos têm elementos bíblicos advindos do cristianismo. Em Lazarus, Bowie não foca no arrependimento, mas aceita a morte, como se já estivesse no céu, como se suplicasse por uma boa morte, estando de rosto enfaixado (uma alusão ao personagem bíblico) e trajando um pijama típico de moribundos terminais.

O seu outro clipe, Blackstar, tem um simbolismo mais intenso e muito mais sutil. Está cheio de referências ao gnosticismo. Bowie, aparentemente, acreditava na teoria dos deuses astronautas de Erich von Däniken.

No clipe, uma personagem tipicamente conhecida dos gnósticos, Sofia, consorte de Lucifer, encontra o astronauta morto e decomposto dentro de seu traje. Sabemos se tratar de Sofia, devido a cauda, elemento da cultura medieval típico do fenotípo dos demônios. Homens ignorantes dançam convulsivamente enquanto sofia leva o crânio do astronauta ungido para iluminar os seres humanos. Os ignorantes são crucificados. Seria uma alusão aos cristãos? Vindo de Bowie, tudo é possível. Talvez os ignorantes não sejam cristãos, talvez sejam pessoas idiotas que merecem um castigo extremo.

Sofia ilumina o mundo, e a música muda de tonalidade para um tom mais alto e festivo, as vendas de Bowie caem e ele aparece resplandecente empunhando um Grimoire, uma coleção de liros e feitiços medievais atribuídos a egípcios e hebreus e do gosto dos gnósticos. O clipe é uma mistura entre sagrado e profano, que somente conhecedores de gnose podem entender.

Voltando a Johnny Cash com Hurt, encontramos tudo, menos um homem profano. Cash estava a procura de redenção, assumindo a culpa pelos seus erros. Seu “império de sujeira”. Cash assume uma postura de submisso a morte. Em Hurt, Cash extremamente debilitado pela doença, procura redenção enquanto se desapega de um mundo em que causou muita dor à pessoas amadas e a si próprio.

Hurt, Johnny Cash

Lazarus, David Bowie

Blackstar, David Bowie.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s