Antes da metade do Século, a civilização europeia sumirá do mapa

A decadência da civilização ocidental é um processo complexo, lento e gradual, porém acelerado pelo fenômeno do multiculturalismo perpetrado pela imprensa e por acadêmicos suicidas. Um movimento que prega tolerância irrestrita a todas as culturas do mundo, mas não tem qualquer medida sobre o peso das mesmas (toda cultura é igual, toda tecnologia também) e está calcado no relativismo moral, científico e tecnológico. Não obstante, seja absolutamente intolerante com os conceitos e hábitos do próprio povo (ódio ao cristianismo, ódio à família, cultura etc).

Insuflada de multiculturalismo, a França não e mais sombra do que foi.A imigração em massa e sem critérios, trás consigo mais pessoas escoradas na previdência e no seguro social dos países desenvolvidos. Ao contrário da imigração controlada de trabalhadores e investidores estrangeiros, a primeira é composta por mão de obra sem qualificação em um mercado de trabalho saturado e sem oportunidades para todos.

O movimento LGBT e a ideologia de gênero, relativizam a existência humana, o eros e nossa natureza primitiva. Juntamente com o movimento feminista, ele tenta a todo custo criar leis para obter benefícios exclusivos, como o PLC 122, mas logra menos êxito do que este último: O feminismo por si só, apoiado por ONGs como CFEMEA e THEMIS, tem poderoso lobby político e cria, juntamente com a bancada feminista na câmara, leis e mais leis contra a violência doméstica apenas contra a mulher. Pleiteando um flagrante atentado contra a isonomia.

O feminismo enragé e sua paranoia, levou homens europeus a procurarem mulheres em países subdesenvolvidos. A mulher europeia mediana é paranoica, pseudo-independente e arrogante: Vê machismo em tudo (modinha copiada no Brasil).

A ONU já decretou que os inimigos da justiça social, são aqueles que não aceitam “redistribuição de renda”, onde quem trabalha deve abdicar de seus ganhos para despejá-los no poço sem fundo chamado Receita Federal.

Enfim, este é o panorama do “Mundo Ocidental” do século XXI. Nossa cultura tradicional sumirá do mapa. O ocaso da Europa já é um fato, devido a baixa reposição populacional. Homens têm medo de se aproximar das mulheres (em alguns países da Europa, isto já é crime) e elos fundamentais do relacionamento tendem a sumir do mapa. Enquanto isso ocorre, um família muçulmana média tem de 4 a 8 filhos, substituindo a civilização tradicional europeia e sua cultura, pela sua própria: comumente belicosa e autoritária.
….
Depois dos atentados na frança, que ceifaram a vida de mais de 129 pessoas, esperávamos que a comunidade islâmica, que se diz tolerante ao contrário dos extremistas, pedisse desculpas. Nada foi dito. Comprovando a teoria de que a diferença dos radicais para os ditos tolerantes está no nível de empenho em seguir a sharia.

Fontes:
O futuro não pertence mais a vocês
http://rodrigoconstantino.com/artigos/europeus-o-futuro-nao-pertence-mais-a-voces/

Ambulância com explosivos foi encontrada do lado de fora de estádio alemão
http://extra.globo.com/noticias/mundo/ambulancia-com-explosivos-foi-encontrada-do-lado-de-fora-de-estadio-alemao-18073697.html

Fundação Ford financia misândria e feminismo radical no Brasil,
http://www.fordfoundation.org/regions/brazil#lang-en

O que esperam as comunidades islâmicas para o repúdio público aos terroristas?
http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/direto-ao-ponto/o-que-impede-a-comunidade-islamica-de-paris-de-repudiar-nas-ruas-o-terrorismo/

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s