Máfia das próteses: Eu já sabia… E quem não?

Quando li e assisti à matéria veiculada no fantástico sobre a Máfia das próteses médicas para pacientes ortopédicos, que incluem pinos na coluna, placas metálicas etc. A sensação que tive foi de um imenso déjà vu. Digo, eu já sabia de tudo, já publiquei aqui. Muitos sabiam! Menos os pacientes… A postura de cordeirinho crédulo do povo brasileiro, é mel na sopa para empresas inescrupulosas, hospitais gananciosos e médicos mafiosos dispostos a “cuidar da saúde”, colocando em risco a vida de inocentes.

Destaco trecho da excelente matéria. E confesso que fiquei extremamente surpreso que este braço armado da mídia corporativista, chamado Rede Globo, tenha vinculado-a em sua grade. Acredito que a classe médica tenha ficado em polvorosa também com o fogo amigo. Estes “doutores”, maus médicos (felizmente ainda há uma minoria que zela pela profissão), estão há mais de 100 anos agindo assim, impunes. Escorados em conselhos fisiológicos e em uma profissão extremamente cômoda, baseada na subserviência governamental, dos pacientes e toda a população. A traição da confiança não é nada que lhes toque a consciência. Trata-se de uma psicopatia.

Até cirurgias desnecessárias eram feitas, só para ganhar mais.

“Sacolas de dinheiro não surgem do nada e não são dadas à toa”, diz A testemunha.

O esquema usa documentos falsos para enganar a Justiça. Uma indústria de liminares que explora o sofrimento de pacientes, desvia o dinheiro do SUS e encarece os planos de saúde.

“Esse mercado de prótese no Brasil, ele hoje tem uma organização mafiosa. É uma cadeia, onde você tem o distribuidor, você tem o fabricante que se omite e você tem na outra ponta o médico ou o agente que vai implantar a prótese”, conta Pedro Ramos, diretor da associação dos planos de saúde.

O mercado de próteses movimenta anualmente R$ 12 bilhões no Brasil. Elas têm várias finalidades, desde simples parafusos para corrigir fraturas até peças complexas que substituem partes inteiras do corpo. As operações são caras.

“Ortopedia, neuro e cardiologia são os mais lucrativos”, revela uma testemunha.

O esquema é tão chocante, quanto ilegal. Ainda mais, quando constatamos que além das fraudes, os pacientes são expostos a lesão corporal qualificada, com indicações de cirurgias desnecessárias que colocam em risco suas vidas. Segundo Alberto Kaemmerer, médico de Famoso hospital de Porto Alegre, 35% dos procedimentos são desnecessários.

“A cirurgia mal indicada, ela acresce um risco muitíssimo importante. Risco de morte”,

Fantástico: O que que está por trás desse alto percentual de cirurgias desnecessárias na sua opinião?
Alberto Kaemmerer: Ganho financeiro.
Fantástico: De quem?
Alberto Kaemmerer: De médicos e também de alguns hospitais.

Cláudio Lottenberg, do Hospital Albert Einstein, revela uma estatística ainda mais chocante e macabra.

“Nós recebemos aproximadamente 1,1 mil pacientes no período de um ano. E desses, menos de 500 tiveram indicação cirúrgica. Então, muito possivelmente, estava havendo um exagero em relação a essas indicações”, diz Cláudio Lottenberg

Não se enganem, vocês estão lidando com mafiosos, intocados pela Receita e Polícia Federal. Esqueçam políticos corruptos. As associações e instituições médicas brasileiras chegaram no ponto mais profundo da maldade humana, estão além do horizonte de eventos, de onde não há mais retorno. São pessoas em quem depositamos nossas vidas, crentes de que tratam-se de monges. Mas cujos interesses são os mais nefastos possíveis. Bons médicos jazem pobres diante da sana dos endinheirados das cirurgias ortopédicas e outras. A recomendações são as mesmas: Peçam uma segunda ou terceira opinião, não canha no conto do procedimento múltiplo (3 ou 4 cirurgias em uma, para aumentar o lucro do “médico”), peça o prontuário na alta, não confie em procedimentos super-faturados, nem ache que seu plano de saúde é sempre o culpado: Talvez até seja, mas eles podem te livrar de uma aventura com passagem só de ida, chamada cirurgia desnecessária.

Fonte:
Máfia das próteses coloca vidas em risco com cirurgias desnecessárias  http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2015/01/mafia-das-proteses-coloca-vidas-em-risco-com-cirurgias-desnecessarias.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s