Lei da Palmada: O Estado Totalitário Brasileiro e a Reeducação Soviética

“Impunitas continuum affectum tribuit delinquendi. (Jur – Coke -Black 928)
A impunidade estimula a permanente disposição de delinqüir.” (Henerik Kocher)

Está em caráter de apreciação por uma comissão especial da câmara dos Deputados, o infame e polêmico projeto da Lei da Palmada. Se aprovado, será enviado direto para o Senado. Sua relatora, a “Ilustre” Deputada Teresa Surita, fez alterações no texto, no sentido de deixá-lo mais “paternalista”, ou “maternalista”,seja lá como os arautos do politicamente correto gostem de expressar, para que os agressores de “crianças inocentes” tenham a oportunidade de não serem apenas punidos, mas reeducados no melhor estilo Gulag Soviética.

Quem acompanha a péssima imprensa brasileira, sobretudo IG, UOL, Yahoo!Brasil e o Intragável G1,  tende a imaginar que a Lei da Palmada pune espancamentos, torturas e violências extremas praticadas contra infantes. Mas engana-se o ingênuo leitor, essa aberração legal é um mecanismo de intromissão limítrofe do Estado na Educação dos filhos pelos pais. Senão, vejamos o texto da lei, segundo o qual Crianças e adolescentes:

[…]têm o direito de serem educados e cuidados sem o uso de castigo corporal ou de tratamento cruel ou degradante, como formas de correção, disciplina, educação ou qualquer outro pretexto, pelos pais, pelos integrantes da família ampliada, pelos responsáveis, pelos agentes públicos executores de medidas socioeducativas ou por qualquer pessoa encarregada de cuidar, tratar, educar ou proteger

Perceba o uso da expressão “castigo corporal”. Você não ler “violência”, “espancamento” ou “tortura”, como a maioria da imprensa “imparcial” publica, você ler “castigo corporal”. Esta parte do texto no projeto é uma armadilha engenhosa para impor o total controle da educação de nossas crianças por parte do Estado, visto que qualquer chinelada, um puxão orelha, um tapa na bunda, ou um sútil empurrão em uma criança mal-educada, ou num delinquente juvenil drogado, já se encaixa no pressuposto legal.

Não estamos falando de vítimas, estamos nos referindo a crianças que batem nos pais, agridem professores e as vezes até cometem homicídios! Não se pode “conversar”, como supõem os psicólogos demagogos frankfurtianos, com criaturas irascíveis, porque no nível de animalidade e desapego racional em que se encontram crianças rebeldes, não há espaço para o entendimento, pois a fúria embota a percepção da realidade. Desse modo, o tapa ou a chinelada, pedagógica e bem aplicada, pode trazer de volta a consciência a criança enfurecida. Pode evitar que aquele adolescente viciado, vá comprar drogas, assaltar alguém ou mesmo matar um inocente! Por um bem maior, a surra didática é mal-menor. Não estamos falando de espancamentos. Estou me referindo a disciplina bem aplicada com controle emocional sério.

Vejam que a Deputada Teresa Surita, chegou a um nível tão alto de histrionismo, que propõe em sua lei uma revisão mais abrangente:

A relatora incluiu ainda no texto multa de três a 20 salários mínimos a médico, professor ou ocupante de cargo público que deixar de denunciar casos de agressão a crianças ou adolescentes.

É o estado de Sítio! Controle total da Sociedade, nos moldes de uma ditadura a la 1984 de Orwell. Não bastando punir os pais, a “ilustre” Deputada, impõe a sociedade inteira o dever de fiscalizar qualquer suposta agressão, sob pena de ser punida severamente por omissão. É o novo DOPS, onde todos são incumbidos de perseguir pais de família por disciplinarem seus filhos. Vejo  até passar pelos meus olhos um filminho do nefasto Estado Nacional-Socialista de Hitler, a convocar a população ariana a denunciar as entocas por onde se enfiavam os judeus e demais perseguidos!

A Deputada não é apenas uma destruidora de lares, uma reformadora social autoritária. É a potencial responsável por uma vindoura geração de marginais, delinquentes juvenis, que enfileirar-se-ão nas ruas, assaltando, espancando e desmoralizando os pais e a sociedade inteira, com a firme certeza de que qualquer punição é agressão de alta magnitude.

Fontes:
http://br.noticias.yahoo.com/comissão-câmara-vota-hoje-projeto-lei-palmada-131237983.html
http://www.hkocher.info/minha_pagina/dicionario/i03.htm

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s