SAFERNET: O Novo DOPS (do politicamente correto)

Antes de mais nada, gostaria de deixar bem claro que sou nordestino, do tipo mais discriminado, o nascido na Paraíba, na Serra da Borborema, em Campina Grande, portanto minha indignação não é antropofágica, nem tampouco sou Oroborus, a cobra que devora o próprio rabo. Considero o preconceito racial execrável, mas não acho que existam preconceitos possíveis e outros proibidos (como nossa ex-ministra Matilde Ribeiro).

Falou-se muito, pelas bandas do Sul/Sudeste sobre a “culpa” da eleição de Dilma Rousseff  e chegaram a conclusão de que fomos nós, Nordestinos, os responsáveis pelo despautério. Poderia ser, visto que foi o Nordeste em peso que elegeu Dilma, assim como seriam os paulistas, caso Serra ganhasse. Até aí, apenas matemática maniqueísta, a fim de deturpar o jogo democrático, muito mais complexo do que essa brincadeira bairrista e xenofoba. Porém eu não culpo nosso povo, culpo os petistas e seu terrorismo eleitoral, seu aparelhamento da mídia e seu coitadismo típico. Pérolas como “Se Serra ganhar, arrebenta o Nordeste”, era uma das falácias que os petistas proferiam enganando nosso povo humilde e trabalhador. Culpar os nordestinos é uma imbecilidade, mas não é racismo, afinal eu não sou da etnia “nordestino”, que não existe, visto que ser de uma região não constitui raça. Eu sou brasileiro, cidadão do Mundo.

Mas o que me preocupa mesmo é a onda de censura e de processos que os twitteiros mais exacerbados podem receber em suas residências. E não, não estou falando da moça debilóide que falou atrocidades sobre nordestinos e que deveria, sim! Levar uns processos nas costas, estou falando que a Patrulha do Politicamente correto já se pavoneou e balançou as plumas para censurar não só a moça fascistoide, mas 1000 e tantos blogs e twitters que andam por aí. Percebem? Por causa de uma loucura individual, resolvem perseguir e ameaçar 1000 e tantos internautas sob o pretexto de “preconceito” com acusações, que se confirmadas, podem levar à penas de 2 a 5 anos de cadeia, o que é um desrespeito ao artigo 5º da constituição, que defende a livre expressão, inclusive a expressão de idiotice alheia, proibindo apenas o anonimato.

As acusações nascem no novo DOPS ( que protege os direitos humanos, do mesmo modo que o antigo protegia a ordem da Ditadura Militar contra a subversão),  a SAFERNET, que encaminhou 1037 acusações de racismo ao Ministério Público, para investigação (http://idgnow.uol.com.br/blog/navedigital/2010/11/05/racismo-no-twitter-safernet-denuncia-ao-mp-mais-de-mil-perfis/). Quem conhece a Safernet sabe como o negócio por lá funciona. Basicamente, eles se gabam de quantidade: quanto mais denúncias melhor, a veracidade não importa, não importa a democracia, a presunção de inocência dos acusados, nada. Importa 10.000 denúncias, 2.500 por dia, sei lá quantas. A SAFERNET, no seu afã de defender a liberdade e a democracia, criou até um órgão de paranóia denuncista coletiva, único na América Latina, chamado Central Nacional de Denúncias -CND (http://www.safernet.org.br/site/institucional/projetos/cnd) capaz de fazer corar de inveja ditadores como Mussolini, Hitler, Stálin, Fidel Castro e o Gen. Geisel, de tão eficiente que é no denuncismo dos inimigos dos “direitos humanos”, onde uns são mais iguais que outros.

Coincidentemente, ou não, o Brasil  é campeão mundial de denúncias falsas ao Google e aos órgãos competentes. E por que não? As denúncias são anônimas, estão a um clique do mouse, e a dor na consciência vai embora assim que o mentiroso sai da Lan house. Por aqui não importa o fato, importa a especulação, a coação e o tratamento de pária que reservam aos acusados falsamente, com humilhação pública e linchamento moral. É também de se estranhar que a balança sempre penda para o lado da direita, causas tipicamente esquerdistas são defendidas com uma vivacidade invejável, como as de homofobia, racismo direto etc. Porém as consideradas à direita do espectro político são esquecidas, como a xenofobia contra os Sulistas e norte americanos, o racismo inverso, a heterofobia e a intolerância religiosa contra cristãos (basta entrar em qualquer livraria e pegar um livro de Richard Dawkins que lá estará a intolerância religiosa). Cito dois casos, o primeiro da nossa ex-ministra da Integração Racial, Dona Matilde Ribeiro, em entrevista a BBC, ela se saiu com essa:

A reação de um negro de não querer conviver com um branco, ou não gostar de um branco, eu acho uma reação natural […]
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/o-regionalismo-boco-e-uma-causa-para-os-realmente-corajosos/

E o segundo, recentíssimo, está no blog da Dilma! Vejam só! Cadê a Safernet?

O tipo de Racismo que OAB e a SAFERNET permitem
O Tipo de Racismo que a SAFERNET permite, cortesia de Reinaldo Azevedo (http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/)

E então SAFERNET, como você fica? Mas adiante temos um justiceiro social, que não vai tentar punir (merecidamente admito) apenas os sociopatas que nos fizeram ameaças de morte porque o José Serra não ganhou, mas todo mundo que culpou os nordestinos, mesmo discretamente. Já sabem, falou mal da gente, tem que ser preso!

“Isso não significa que não possamos, no transcorrer do processo, oferecer notícia-crime às outras pessoas que também postaram mensagens preconceituosas”, afirmou ao IDG Now! na ocasião Henrique Mariano, presidente da OAB-PE.

Sim, eu acho que quem ameaça ou clama por crime contra outra pessoa, deve ser presa ou processada por prevaricação, notícia-crime e tutti quati, como o Dr. Henrique Mariano bem falou, mas  não por preconceito, e por que? Porque eu tenho boca para me defender, porque muitos daqueles que nos defendem são hipócritas que vêm apenas o que querem e nos tratam como coitadinhos pobres. São pessoas politicamente corretas, que nem botam os pés no NE, que nunca passaram sede nem fome, nunca doaram um agasalho durante as campanhas pelas vítimas de catástrofes naturais, mas estão sempre prontos a fazer o mais simplório, que é posar de Cavaleiros da Correção Política.

Não nos esqueçamos que o Brasil elegeu um Nordestino para presidente e que São Paulo tem tradição de longa data no acolhimento dos nordestinos, portanto, o tipo de “racismo” que está no Blog da Dilma, por analogia, também não pode ser tolerado nem pela SAFERNET nem pelo Ministério Público. Muito embora, eu não considere a maior parte das afirmações que vi, tanto de lá como de cá, como racistas, senão histrionismo midiático.

Anúncios

7 comentários

  1. Embora grande parte das pessoas acredite ingênuamente que a Rede Mundial (WEB ou Internet para alguns) seja um caldo de cultura onde as coisas acontecem expontâneamente, a coisa não é bem assim.
    Quando a grande mídia mundial começou a perder espaço para a Rede Mundial, na tentativa de continuar controlando o fluxo de informações, tomou como estratégia comprar determinados “portais” ou certos direitos, mesmo a custos astronômicos, absolutamente inimagináveis, econômicamente falando.
    Uma das providências adotadas pela ex-grande mídia de jornal, rádio e tv, foi induzir e incentivar o isolamento e a fragmentação de grupos sociais que começavam a se estruturar.
    Inicialmente ofereceu ferramentas “gratuitas” para a criação de “blogs”, depois criou facilidades e estimulou a formação das chamadas “redes sociais”, que são na prática uma espécies de mata-borrão da expressão libertária, onde se tem a ilusão de contar com uma multidão de “amigos” e “seguidores” mas na realidade fica-se “olhando para o próprio umbigo”, ou olhando para o umbigo de no máximo mais uma dúzia de pessoas.
    Quando (se) a pessoa se dá conta, se vê colocada em um cercadinho como fazem com as criancinhas nas creches, impedida até de olhar pela janela. Só lhe resta brincar, berrar ou chorar junto com seus coleguinhas do cercado.
    Hoje uma informação que possa chegar a bilhões de pessoas tem que passar pelo crivo dos “donos da bola”, um ou outro vazamento (vide wikileaks) é considerado uma coisa bizzarra, engraçada e sem consequência, vira um show, em cartaz por uma certa temporada e depois é substituido por outro, aliás do mesmo jeito que era antes, no tempo do jornal e da tv.
    Com a isso tornou-se muito mais fácil controlar a informação e alguns canalhas espertalhões já acharam maneiras de se beneficiar.

  2. Certo q há exageros no Politicamente Correto (aí torna-se Politicamente Idiota), mas esse artigo acresce mais na incoerência q algo racional. E de onde tirou “intolerância aos cristãos” de Richard Dawkins? Oras, o cristianismo é de fato algo RUIM: INCITAÇÃO AO charlatanismo, homofobia, misoginia… vai querer o q de alguém racional? É só ler a Bíblia, se esta for interpretada como “livro de valores morais” realmente é escrechável! Deve sim ser interpretada como costumes e valores de épocas passadas, algo ligado à história. E os cristãos tem sim o direito de seguirem sua religião (mulçumanos idem, etc) MAS NÃO TEM O MENOR DIREITO EM QUERER Q

    • MENOR DIREITO EM QUERER INFLUENCIAR A SOCIEDADE E MUITO MENOS O ESTADO com os valores religiosos! Laicismo é uma questão FUNDAMENTAL DE DIREITOS HUMANOS!

    • “Oras, o cristianismo é de fato algo RUIM: INCITAÇÃO AO charlatanismo, homofobia, misoginia… vai querer o q de alguém racional? É só ler a Bíblia, se esta for interpretada como “livro de valores morais” realmente é escrechável! Deve sim ser interpretada como costumes e valores de épocas passadas, algo ligado à história. ”

      Primeiro, escreve-se “execrável” não “escrechável”, palavra que não existe no dicionário da língua portuguesa….Segundo, intolerância religiosa é crime. Terceiro, Estado laico existe para proteger as diferentes identidades e não excluí-las. Não obstante, Estado Democrático de Direito vem antes de estado Laico, porque permite que todos opinem e façam seus governantes, de acordo com, vejam só, suas identidades filosóficas, ateístas e religiosas. A exclusão de uma classe, como pedem os bocós semi-analfabetos do estado laico, constitui atentado contra o Estado Democrático de Direito, que está acima do Estado Laico.

      Você peca pela falta de conhecimentos básicos, é quase um analfabeto funcional, e vem aqui tentar discutir algo. Estude A República de platão, Algo de Confúcio, a importância do cristianismo na preservação dos valores ocidentais, que garantiram, dentre outras coisas, a sobrevivência desse próprio estado laico que você defende. E pare de bajular o Islã, nos países islamicos, você não pode nem proferir peidos orais, como estes que proferiu.

      E homofobia, meu amigo alienado, é ódio e aversã a homossexuais, discordar de comportamentos não constitui homofobia. As pessoas são livres para serem homossexuais, heterossexuais e discordar de ambos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s