Obama, O abortista, é Gandhi, Odin, Alá e Deus!

Obama discursa na universidade católica de South Bend, em Indiana. (Foto: Mandel Ngan/AFP)
Obama discursa na universidade católica de South Bend, em Indiana. (Foto: Mandel Ngan/AFP)

A Igreja Católica excomunga aqueles que apóiam o aborto. Isto é fato. Quem quiser se opor, que o faça. Contudo ter a ousadia, a covarde indecência de receber um prêmio e ainda sair-se com um discurso típico de um déspota na cerimônia, isto sim, é inaceitável. Mas foi o que aconteceu, quando Barack Hussein Obama recebeu o título de Doutor Honoris Causa na “católica” Universidade de Notre Dame, nos EUA.

Pior ainda foi a mea-culpa do Prof. Richard McBrien, docente de Teologia, afirmando que a Universidade não deixou de premiar outras pessoas por terem pontos de vista discrepantes em relação a Igreja. O que ele não disse, é que este ponto de vista do Obama é intolerável, pois leva a excomunhão. Não é somente inaceitável, mas também se destrinchou em financiamentos para instituições que praticam e incentivam o aborto. Pratica, para o fiel católico, considerada pior que o assassinato.

Analisando assim, o tal prof. McBrien, é pior que o próprio Obama, é o aceta de uma conduta que desmembra a própria Igreja de dentro para fora. O prof. McBrien sim, como padre católico, está excomungado. Visto que o Obama não o pode, pois não professa tal fé.

Mas não para por aí, como todo bom tiranete, Obama praticamente proibiu, com toda sua empáfia politicamente correta, piadas direcionadas aos abortistas e vice-versa:

“Cada lado continuará colocando seus argumentos ao público com paixão e convicção. Mas devemos poder fazer isso sem fazer piada daqueles que têm pontos de vista diferentes”

Seguiu-se com essa:
“Como permanecemos firmes em nossos princípios e lutamos pelo que consideramos certo, sem repreender os que têm convicções igualmente firmes no outro lado?”

Ou seja, a repreensão veio na forma da prisão de 5 manifestantes que protestavam contra o queridinho da mídia, (incluindo a abjeta Rede Globo), entre eles a do ex-presidenciável, Allan Keyes, que também protestava. Trocando em miúdos, o que Obama quis afirmar é que o pessoal do Pro-Life, merece ser repreendido, mesmo tendo perdido processos contra o aborto desde 1973, mesmo lutando contra financiamentos públicos para o assassinato de bebês. E a repreensão vem em forma de prisão!

Mas Obama é Deus, agora. Ele e o Partido Democrata não decidem mais quem vive ou morre, porém quem nasce. Pior: ele ainda é venerado, assim como uma deidade mítica, numa instituição religiosa!

Quando processado por falsidade ideológica, é vítima. Quando agride valores religiosos de outros, porque sabidamente a Igreja é contrária ao aborto e nada mais laico que abster-se de eventos religiosos, é corajoso. Quando fala, com disparates ditatoriais, emociona. Ganhou o título mesmo sendo a favor de uma lei que excomunga automaticamente qualquer fiel da doutrina. Título vindo de uma Universidade Católica!

Nada que venha de Obama é errado… defesa do aborto, censura da mídia, uma equipe de gente envolvida em sonegações de impostos, um irmão morrendo de fome no Quênia e outro acusado de estupro. Tudo é abafado pela mídia bajuladora. Obama é um Cristo, um Gandhi. Obama é Deus.

Fonte:http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1129273-5602,00-OBAMA+PEDE+RESPEITO+A+DIFERENCA+DE+OPINIAO+EM+DISCURSO+POLEMICO.html

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s